Ligue: (51) 3333.4140, (51) 3662.2002 ou (51) 3664.2035

Otoplastia

Cirurgia para correção de “orelhas de abano”

A deformidade conhecida popularmente como “orelha de abano” é resultado de alterações de algumas estruturas de cartilagem da orelha que causam uma projeção anterior da mesma. Isso quer dizer que as orelhas assumem uma posição mais visível ao olhar de frente, dando a impressão de serem maiores. Esta é uma deformidade relativamente frequente e de herança genética.
A otoplastia tem por objetivo corrigir estas estruturas cartilaginosas que estão alteradas. Através de uma incisão (corte)escondida no sulco retroauricular (atrás das orelhas, onde a mesma se une com a cabeça) é possível realizar inúmeras técnicas cirúrgicas, a depender das deformidades presentes, como, por exemplo, retirar excessos de cartilagens, reconstruir dobras das cartilagens que estão ausentes através de raspagens e pontos cirúrgicos, realizar enxertos de cartilagens, entre outros. A utilização de cada uma dessas técnicas ou a associação delas dependerá do diagnóstico inicial das causas da orelha de abano presentes em cada caso específico.
Este procedimento é realizado em ambiente hospitalar. Em geral a cirurgia pode ser indicada a partir dos 7 anos de idade. A anestesia pode ser local (em adultos) ou local com sedação (em crianças).

No pós-operatório orienta-se o uso de uma faixa protetora cobrindo as orelhas por um período de pelo menos 15 dias. Neste intervalo de tempo o edema (inchaço) e equimose (roxo) diminuem consideravelmente. O retorno as atividades de rotina podem se dar em poucos dias de pós-operatório, seguindo as orientações de cuidados.